Maior ato da história de luta da COMCAP reúne 5 mil pessoas em Florianópolis

Maior ato da história de luta da COMCAP reúne 5 mil pessoas em Florianópolis

Fotos: UP Santa Catarina e SINTRASEM

A greve acontece contra o pacote de maldades proposto pelo prefeito Gean Loureiro que, dentre outras coisas, busca a privatização da empresa, redução em até metade do salário dos trabalhadores e ataque a liberdade de organização sindical.

Trabalhadores e trabalhadoras em greve da COMCAP, empresa que faz a limpeza pública na capital catarinense, juntamente aos seus familiares, militantes de movimentos sociais, partidos e a população em geral, realizaram ato histórico nesse domingo (31/01).

A polícia militar arbitrariamente barrerou a manifestação de atravessar a ponte sob o argumento risível de que “a ponte não aguentaria o peso da manifestação”. Quem não aguenta o peso da manifestação é o prefeito e seus lacaios! A ponte Hercílio Luz, cartão postal da capital, foi inaugurada com mais de 50 mil pessoas, testes com dezenas de caminhões e orquestra de baterias: ela não era o problema.

A manifestação deixou claro: a greve está forte e não acaba sem negociação!

A Unidade Popular pelo Socialismo, bem como a UJR, MLB, Olga Benario, e Movimento Correnteza estiveram presentes fortalecendo esse ato importante contra a lógica privatista de Gean Loureiro, que é idêntica a de Bolsonaro!

Viva a classe trabalhadora!

A COMCAP É DO POVO!